segunda-feira, 29 de Setembro de 2014

#1364



Um beijo rápido.
Um beijo de surpresa.
Um beijo inesperado.
Um beijo decidido.
Um beijo instantâneo.
Um beijo que sabe a sol e céu azul.
Um beijo que faz ouvir os passarinhos a cantar.
Um beijo que faz sorrir pelo dia.
Um beijo que descompassa o coração.
Assim, num repente de um instante: que tipo de beijo me dás?

domingo, 28 de Setembro de 2014

#1363


Felicidade é acordar contigo. É, pela manhã, ter ao ouvido um bom dia ensonado e um sorriso à média luz. É, a uma Segunda-feira, ouvir um "és linda" enquanto te empurro para o lado porque é a minha vez de lavar os dentes. É ter tempo para um chá rápido a dois, porque sem aquela pausa o dia não faz sentido. É saber que, ao fim de um dia cheio, recomeça tudo outra vez. É voltar sempre atrás para outro beijo porque não nos apetece ir embora. É ter saudades tuas quando ainda aqui estás.

Felicidade são coisas simples. Sempre simples. Felicidade é misturar o modo automático e apressado da manhã com um beijo calmo que nos conforta. Trazer connosco o sorriso que perdura pelo dia. E o abraço que nos ampara.

Felicidade?
Simples: eu e tu.
Logo de manhã.

sábado, 27 de Setembro de 2014

#1362



Quero dormir num abraço. Quero acordar num beijo. Quero passeios de fim-de-semana. Quero mãos dadas, passeios na praia e rebolar na areia. Quero ver o pôr-do-sol ao fundo, quero a lua como companhia e contar estrelas contigo. Quero jantaradas de amigos. Quero discutir o que fazer para o jantar. Quero sofá contigo. Quero cama contigo. Mesa contigo. Quero reclamar contigo porque fazes "bolinhas". Quero um "amo-te" a meio do dia, só porque te apeteceu. Quero provocar-te a meio do dia, só porque me apeteceu. Quero saber do teu dia e contar-te o meu. Quero ter o teu colo sempre disponível e o meu ombro apetecível. Quero o teu abraço calado e a tua conversa fluida. Quero o teu sorriso de menino tímido e o teu sarcasmo de homem decidido.
Quero-te a ti. Sempre e em tudo isto.

sexta-feira, 26 de Setembro de 2014

#1361



Porque hoje sinto-me assim: pequenina.
Porque preciso de mimo e colo.
Um beijo despreocupado e ausência de responsabilidades de gente crescida.
Ficar sossegada a ouvir que me amas mesmo no meio de tanta "desgraça".
Esquecer-me da confusão do dia e simplesmente sorrir e ficar.
Na maior parte das vezes o que eu preciso não é apenas de um "gosto de ti" e sim de aceitação....

terça-feira, 23 de Setembro de 2014

#1358



E foi assim na primeira vez que te vi: tive todas as certezas quando, frente a frente, pela primeira vez nos olhámos. Ou quando nos reencontrámos. Eu sorri-te com o olhar, tu ofereceste-me um sorriso rasgado.

E foi assim na primeira vez que te vi: os nossos corações descompassaram e passaram a bater em uníssono. As nossas almas recordaram-se uma da outra. As nossas memórias avivaram-se e ganharam cor. Os nossos braços passaram a ter um abraço.

E foi assim a primeira vez que te vi: apaixonei-me e tive a certeza que já te conhecia. Que o nosso amor não é daqui. É de lá de trás. De agora. E de ora em diante.

domingo, 21 de Setembro de 2014

#1356


And I, I'm never letting you go baby
I, love you so baby
Love me the most baby
Ain't going nowhere
Like froze baby
Do whatever you want, baby
And everything you do, baby
Be whatever you need